Sexta-feira, 03 de Dezembro de 2021
Telefone: 5433321488
Whatsapp: 54991778411
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
No ar: RODA DE CHIMARRÃO
Ao Vivo: RODA DE CHIMARRÃO
Notícias

Atendimentos junto ao Hospital Alto Jacuí são debatidos durante programação do Grupo Ceres de Comunicação

Atendimentos junto ao Hospital Alto Jacuí são debatidos durante programação do Grupo Ceres de Comunicação
01.11.2021 14h34  /  Postado por: Grupo Ceres

Sendo o principal meio de interlocução entre a comunidade e os fatos que acontecem no município de Não-Me-Toque, o Grupo Ceres de Comunicação propôs hoje pela manhã uma mesa redonda, tratando sobre um assunto que vem repercutindo há vários dias, sendo, o atendimento no plantão do Hospital Alto Jacuí.

O Presidente da casa de saúde, Paulo Cervi, explica que há uma triagem, qual estipula o nível de urgência para o atendimento daquele paciente. Para o regime de plantão, há apenas uma equipe que trabalha no atendimento das pessoas, o que por vezes, pode acarretar em um tempo maior de espera, para aqueles que não possuem maior gravidade em seu quadro de saúde.

Paulo Cervi exemplifica sobre isso, respondendo um questionamento sobre queixas de pessoas que alegam ter ficado mais de hora esperando na fila para atendimento. Ouça:

 

Situação que repercutiu bastante na comunidade, é com relação ao atendimento de um representante do legislativo de NMT, a Chefe do grupo de enfermagem do Hospital Alto Jacuí, Kátia Müller, explica o que aconteceu naquele dia. Ouça:

A chefe de enfermagem detalha sobre uma reclamação proferida ao administrativo da casa de saúde, qual dava conta de que um paciente estava a mais de duas horas na fila aguardando. Ouça:

A enfermeira exemplifica esta situação, com o número de atendimentos executados neste domingo, 31. Ouça:

Representante da recepção da casa de saúde, Josiele Roehrig, comenta que muitas vezes os pacientes já chegam em tom mais alterado se dirigindo de forma áspera às atendentes e que elas possuem um treinamento e acompanhamento psicológico, para contornar tal situação e também explica que muitas vezes esses profissionais não possuem todas as explicações para os questionamentos que são feitos pelos pacientes em espera. Ouç:

A Secretária Municipal de Saúde de Não-Me-Toque, Liliane Kraemer Erpen, detalha que há uma clausula que há no contrato entre a SMS e o Hospital Alto Jacuí, onde é repassado um valor, para auxiliar na manutenção destes atendimentos em urgência e emergência, no entanto, tais atendimentos não precisam necessariamente ser realizados no Hospital, pode se utilizar os postos de saúde. Ouça:

A Secretária de Saúde tranquiliza a comunidade, enfatizando que as reclamações serão analisadas e haverá uma tentativa de melhora por parte dos profissionais de saúde. Ouça:

O Presidente do Hospital também ratifica esta condição de buscar um melhor atendimento à comunidade, porém, pede compreensão para as pessoas, visto que, muito dos atendimentos podem ser realizados junto aos postos de saúde, desafogando assim o plantão do hospital. Ouça:

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.