Terça-feira, 27 de Outubro de 2020
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Tempo limpo
23°
14°
13°C
Não-Me-Toque/RS
Tempo limpo
Ao Vivo:
Eleições 2020

Candidatos do Democratas encerram série de entrevistas na Nova Ceres

Candidatos do Democratas encerram série de entrevistas na Nova Ceres
17.10.2020 09h18  /  Postado por: Rádio Ceres

A Nova Ceres concluiu nesta manhã de sexta-feira, dia 16 de outubro, à série de entrevistas com os candidatos a prefeito e vice de Não-Me-Toque. Deste a terça-feira passada e até hoje, os candidatos das quatro chapas majoritárias na eleição em Não-Me-Toque estiveram tendo a oportunidade de uma hora e quinze minutos de tempo para falar aos ouvintes da Nova Ceres.

A quarta e última chapa a participar do projeto de entrevistas foi a do partido Democratas com o candidato a prefeito Gilson dos Santos e seu candidato a vice Gilson Lari Trennepohl, que foram entrevistados pelos repórteres Marcelo Fripp e Jussara Sirena.
Os dois candidatos da chapa iniciaram falando sobre o seu plano de governo que possui em sua apresentação inicial um objetivo de gestão eficiente, segundo Gilson dos Santos a meta é alcançar um uso inteligente de recursos financeiros e humanos para que sejam evitados os excessos, sendo organizado e principalmente transparente para que a população saiba quais são e onde estão os investimentos públicos do município. Gilson Trennepohl usou como exemplo a atual demonstração de investimentos que o município possui e que não apresenta a atualização devida.

Questionados sobre como atender o cidadão da forma que uma empresa particular deve atender, já que este é o cliente de quem está a prestar um serviço. A resposta do candidato a prefeito foi direcionada a uma motivação para um bom atendimento, sendo que o maior patrimônio do município são seus servidores, que precisam estar interessados no melhor resultado, apresentando soluções para o cidadão que procurar uma repartição municipal. Nas palavras de Gilson Trennepohl não se exige sangue de ninguém e sim suor que represente uma determinação em sua função, ressaltando que este objetivo passa pela valorização devida dos servidores.

Ainda sobre gestão os candidatos foram questionados sobre o plano estratégico do município e sua atualização. Gilson dos Santos revelou que uma necessidade é saber qual é a situação real do município e a partir dai elaborar a estratégia possível para um prazo de 20 anos, identificando os gargalos de recursos públicos e utilizando de forma mais eficiente toda a riqueza gerada em Não-Me-Toque por suas empresas, agricultura, comércio e serviços. Os candidatos citaram a necessidade de um choque de gestão e da compreensão dos gestores municipais de que o papel destes é servir a população e não se servir desta.

No tema educação, os candidatos revelaram um diálogo com os professores para que se compreendam as necessidades de quem vive as escolas no seu dia a dia, proporcionando equipamentos, estrutura e motivação que resultem em um aprendizado eficiente. Gilson dos Santos comparou Não-Me-Toque a municípios pequenos da região que dão aparelhos de tecnologia como tablets e até computadores para seus alunos estudarem em casa e também o Estado que enfrenta grave crise econômica e ainda sim cede um chip para que os alunos de sua rede tenham acesso a internet, coisas que na rede municipal não são realidade ainda e precisam ser. Ainda sobre aprendizado Gilson Trennepohl falou sobre a importância de se proporcionar a capacitação para a população em áreas que as empresas locais tenham carência de profissionais, como exemplo a área de Tecnologia de Informação, encerrando com a afirmação de que o gestor deve compreender que quem precisa do comércio é a Prefeitura e não o contrário.

Uma nova questão foi relacionada a organização da administração, se há um interesse em se manter as atuais 11 secretarias que Não-Me-Toque possui. Gilson dos Santos revelou que não há nenhuma definição sobre quais serão as secretarias que serão extintas ou anexadas a outras pastas, mas será uma etapa realizada em sua gestão se eleita. Segundo os candidatos do DEM os escassos recursos não podem ser comprometidos com salários de chefia.

Tratando sobre saneamento os candidatos falaram sobre o contrato atual com a Corsan. Gilson dos Santos comentou sobre a negligencia do município e da Corsan sobre o atual contrato firmado, que não está tendo seu avanço acordado realizado, sem possuir se quer uma bacia de tratamento de esgoto em Não-Me-Toque. O candidato afirmou que se eleito o contrato com a Corsan deverá ser executado de imediato, que não será mais permitido que os altos recursos gerados aqui não retornem em investimentos que são necessários e que estão oficializados em acordo. Gilson Trennepohl deixou claro que a cobrança não é sobre os colaboradores da Estatal que atuam em Não-Me-Toque e sim a liderança Estadual que define onde os recursos geridos em todo o Estado são transformados em investimento. O candidato a vice deixou claro de que os gestores municipais precisam exigir as melhorias acordadas e que a responsabilidade é da Corsan, encerrando afirmando que se necessário os gestores devem enfrentar em Porto Alegre ou em Brasília os responsáveis pela definição.

Falando sobre a questão de limpeza urbana os candidatos revelaram a intenção da criação de uma moeda verde, onde o lixo que por muitas vezes vão parar em lixões clandestinos possam ser enviados a um local adequado e que o cidadão que encaminhar para este local receberá um recurso que poderá ser utilizado em compras na Feira do Produtor, ajudando na limpeza urbana, saúde pública, preservação do meio ambiente e ainda por tabela fomentando os produtores e agroindústrias locais. Este projeto segundo Gilson dos Santos também poderá ter um braço nas escolas municipais, onde latinhas ou garrafas pet poderão ser trocadas através do dinheiro verde por árticos como bolas, material escolar ou outros itens de interesse dos alunos, criando desta forma uma educação sobre o cuidado devido com o lixo.

Falando sobre as estradas municipais o candidato a vice Gilson Trennepohl disse descordar da avaliação de outros candidatos de que a condição de infraestrutura está bem atendida no município. O candidato chegou a citar que possivelmente os que avaliam como boas as estradas de Não-Me-Toque não devem estar circulando pelo município todo e que os trabalhos de manutenção e cuidados não devem ser direcionados na sua ordem de prioridade por relacionamentos de quem administra e de quem precisa do trabalho.

Em uma questão sobre lazer os candidatos do DEM apresentaram que seu plano de governo prevê uma revitalização dos bairros, ouvindo os moradores, restituindo as associações de cada localidade para que estes possam apresentar o que cada bairro necessita em pracinhas, quadras esportivas, trilhas ecológicas ou outras necessidades. Segundo Gilson dos Santos Não-Me-Toque segue sendo visto como município da Expodireto e não sobre a sua apresentação organizada a quem vem de fora.

Partindo para a área da saúde, Gilson Trennepohl, avaliou como positiva e especial para Não-Me-Toque o fato do município possuir dois hospitais. O candidato a vice afirmou que há interesse e recursos dos governantes estaduais e federais para essa área, necessitando que os gestores busquem com projetos alcançar estes investimentos. Já o candidato a prefeito Gilson dos Santos, tratou da longa espera por consultas, exames ou cirurgias que poderiam ser agilizados, sendo importante que a administração municipal auxilie os hospitais a fortalecerem cada um uma área de especialização médica, favorecendo a população e gerando condições de manutenção econômica das duas casas de internação para tratamentos de saúde. Outra intenção da chapa é a busca do SAMU básico que deve ser buscado pelo município.

Outro comentário dos candidatos foi sobre a iluminação pública onde a tecnologia de LED ainda é uma necessidade local, mesmo com praticamente todos os municípios da região já terem implantado essa melhoria.

Tratando de habitação os candidatos do DEM revelaram possuir três eixos para atender a população para que cidadãos que buscam a conquista da casa própria, com diferentes características de renda, composição familiar, idade ou outro fator para que todos possam ser atendidos. Na opinião dos candidatos Não-Me-Toque seguirá tendo crescimento e alta demanda por moradias, sendo que essa área precisa de organização para que não se criem locais sem estrutura devida para as moradias.

Uma última pergunta direcionada para Gilson Lari Trennepohl sobre como ele irá colaborar com a administração municipal teve como resposta primeiro de que tem confiança e certeza de que Gilson dos Santos é o melhor politico para o cargo de prefeito e que sua parte será trabalhar incentivando com seu relacionamento com o Brasil inteiro para que Não-Me-Toque seja ouvida e vista por quem precisa, sendo que seu salário poderá inclusive ser doado se existir um procedimento legal para isso.

Nas considerações finais, com dois minutos a disposição Gilson Lari Trennepohl ressaltou que está comprometido com a comunidade, agradecendo a família a liberdade para este desafio. Sobre seu trabalho com a empresa Stara fez questão de ressaltar que todos os colaboradores tem total liberdade para apoiar o seu projeto politico ou não. Já o candidato a prefeito, Gilson dos Santos, agradeceu a oportunidade da Ceres, o apoio da família, a parceria com seu vice e a convicção de que o projeto do DEM é a melhor alternativa nesta eleição.

A Nova Ceres vai dar continuidade nos trabalhos de cobertura das eleições municipais de 2020 com entrevistas envolvendo candidatos de outros municípios da região e os tão aguardados debates que em breve serão retomados.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.