Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020
Curta nossa página no Facebook:
Clique para Ouvir
Parcialmente nublado
29°
16°
18°C
Não-Me-Toque/RS
Parcialmente nublado
No ar: REDE GAÚCHA SAT
Ao Vivo: REDE GAÚCHA SAT
Eleições 2020

Sequência da série de entrevistas na Nova Ceres tem candidatos da Coligação “Juntos Pela Mudança”

Sequência da série de entrevistas na Nova Ceres tem candidatos da Coligação “Juntos Pela Mudança”
14.10.2020 10h44  /  Postado por: Rádio Ceres

A Nova Ceres deu continuidade nesta manhã de quarta-feira, dia 14 de outubro, à série de entrevistas com os candidatos a prefeito e vice de Não-Me-Toque. Até a sexta-feira, dia 16, os candidatos das quatro chapas majoritárias estarão falando aos ouvintes da Nova Ceres, por uma hora, a partir das 9h da manhã.

A segunda chapa a participar do projeto de entrevistas, a coligação “Juntos pela Mudança” com o candidato a prefeito Alberto Maurer e seu vice Maiquel Junges, que foram entrevistados pelos repórteres Marcelo Fripp e Jussara Sirena.

A primeira questão apresentada foi relacionada ao plano de governo da coligação que fala em uma readequação da gestão publica. Em resposta o candidato a prefeito esclareceu que a proposta é programar uma administração comprometida com a eficiência dos serviços públicos, orientando o que necessita ser alterado e valorizando o que já está funcionando, tendo pessoas nos serviços municipais comprometidas com um bom resultado ao cidadão.

Questionados sobre a avaliação sobre a atuação do quadro funcional da administração ou comprometimento de funções com aliados Alberto Maurer deixou claro que não existe nenhum acordo sobre cargos na coligação e que o atual quadro de concursados é qualificado, necessitando valorização e adequando as funções de alguns servidores especialmente em cargos de supervisão, resultando em menos burocracia nos serviços e maior satisfação da comunidade com os serviços públicos.

A guarda patrimonial é uma das intenções da coligação, com uma auditoria externa que evidencie os erros e acertos da administração, fazendo uma gestão com transparência e uso correto dos recursos públicos. Neste sentido o uso da tecnologia é uma das apostas dos candidatos diminuindo setores e reduzindo custos administrativos no Governo Municipal, como exemplo foi citada a área da saúde na qual a intenção é interligar online as unidades de atendimento e torna-las mais independentes não só em consultas, mas demais necessidades como medicamentos básicos.

A primeira pergunta ao candidato à vice-prefeito, Maiquel Junges, sobre como pretende contribuir com seu cargo no governo. A resposta foi focada na intenção de escutar a comunidade e manter esforço para colocar em prática as necessidades nas comunidades, especialmente do interior, setor que possui maior entrosamento. Duas áreas citadas pelo candidato como de grande necessidade de trabalho estão habitação e infraestrutura, urbana e rural. Em uma nova pergunta sobre a intenção do vice assumir alguma Secretaria Municipal o candidato reiterou que não há tratativas por cargos mas que deseja liberdade para poder atuar próximo aos munícipes, mas deixando em aberto a possibilidade que possa resultar em economia para o município.

Uma nova questão foi sobre a Assistência Social, a qual o candidato a vice revelou a intenção de unir as secretarias de Habitação e Assistência Social, buscando aumentar o número de moradias em Não-Me-Toque. Segundo ele já há conversa com proprietários de áreas de terra para que novos espaços recebam investimentos em habitação com valores de terrenos entre 30 a 60 mil reais divididos em 150 meses e com valor mensal pago direto ao executivo de prestações em torno de 150 reais mensais. Sobre assistência social foi citado os recursos federai direcionados para essa pasta e seu uso mais eficiente.

Em uma pergunta direcionada por um ouvinte os candidatos foram questionados sobre a opinião e interesse no fomento ao uso de energia solar para residências urbanas e propriedades rurais. O candidato a vice Maiquel manifestou interesse na questão citando inclusive o alto custo mensal arcado pela administração municipal em contas de energia que podem ser transformadas em economia.

Em uma nova questão sobre intenção apresentada no plano de governo sobre a criação de três fundos municipais, um para a área da educação. Em resposta o candidato a prefeito Alberto Maurer apresentou a economia a ser gerada por corte de cargos, diminuição de secretárias e outras ações que irão dar condições de se possuir recursos livres que abasteçam os fundos pretendidos. Na mesma resposta o candidato revelou u m número de 200 unidades de geração de renda rurais que foram fechadas nos últimos 10 anos.

Questionados sobre quais secretárias podem ser reduzidas em seu governo o candidato a prefeito revelou que a pretensão é unir as secretarias administração e finanças, extinção da secretária de gabinete e a união das secretarias de habitação e assistência social.

Sobre a escolha de diretores nas escolas municipais os candidatos foram perguntados sobre como implantar a escolha em cada escola. Segundo o candidato Alberto o entendimento é de que a coordenação de cargas horárias, contratos e toda a gestão de cada escola deve ser realizado por uma pessoa escolhida de forma democrática, dando condições para que pessoas com identificação com cada escola e comunidade ter a liberdade de trabalho na direção.

Sobre a questão econômica, a chapa foi perguntada sobre qual o plano de retomada da economia no pós pandemia. A resposta do candidato Alberto foi o fomento e uso do fundo com fins de desenvolvimento para o socorro ou auxilio as empresas e a eficiente ação da assistência social para as famílias que precisarem de ajuda.

Em uma nova pergunta de um ouvinte sobre a situação dos postos de saúde, com um agendamento de consultas e exames que tem demorado demais nos últimos meses. A resposta do candidato a prefeito foi que a questão já é de conhecimento da chapa e há um plano ligado a informatização dos sistemas e a independência de cada posto de saúde com consultas, algum exame e medicamentos básicos. A ideia é possuir um banco de dados que tenha informações por cadastro de pessoas em que cada cidadão tenha ali todas as informações sobre suas consultas, exames, medicamentos e o que mais esteja relacionado ao seu atendimento, resultando em um tratamento eficiente ou preventivo.

Uma questão apresentada foi relacionada a secretária de obras com o recolhimento de resíduos sólidos e saneamento básico no município. O candidato a prefeito Alberto revelou que as situações estão em debate na coligação tratando da possibilidade da adequação de um sistema de esgotamento de poços e o uso de uma lagoa de secagem, mais adiante a busca pela implementação de um sistema de tratamento com rede que precisará de obras por toda a cidade. Sobre o recolhimento de lixo domestico a ideia defendida pelo chapa é a aplicação do uso de contêineres que diminuíram o custo de taxa de lixo e evitaram problemas com lixo espalhado por animais ou não recolhido em determinados dias.

Em uma última questão de ouvinte sobre as propostas para inclusão de pessoas deficientes o candidato a vice Maiquel Junges respondeu que já se defende uma reestruturação de repartições públicas, inclusive da Prefeitura para que todos tenham acesso ao Governo ou aos serviços municipais.

Ao final da entrevista foram concedidos os dois minutos para que cada integrante da chapa fizesse suas considerações finais. O candidato a vice Maiquel agradeceu a oportunidade cedida pela Nova Ceres e avaliou como positivo o momento em que vários assuntos puderam ser tratados, além de pedir votos para seus candidatos a vereador e a chapa que concorre a majoritária. O candidato a prefeito Alberto Maurer também agradeceu a entrevista e afirmou saber da responsabilidade do cargo a que concorre, avaliando como competente e de boas propostas a equipe de candidatos a vereadores que está participando do pleito.

A Nova Ceres vai dar continuidade a sequencia de entrevistas amanhã, quinta-feira, dia 15, quando será a vez da chapa do MDB, dos candidatos Carlos Alberto Bacher, o Betão, e Andrea Erpen. Por fim, na sexta-feira, dia 16, estarão na Nova Ceres os candidatos do Democratas, Gilson Santos, o Maninho, e Gilson Trennepohl.

Comente essa notícia
Receba nosso informativo
diretamente em seu e-mail.